terça-feira, 29 de junho de 2010

"This is Us" é a melhor turnê.


HollywoodNews.com: Era 1999. Os Backstreet Boys dominavam as rádios e a MTV com seu primeiro grande sucesso "I Want It That Way". Eles roubavam o coração das garotas e lotavam estádios por todo o mundo. Avançamos para 2010, e os "boys" não mudaram, apesar de suas fãs e eles próprios (o BSB mais novo, Nick Carter, tem 30 anos agora) terem crescido. Apesar disso, não importa o quanto você ache que tenha "amadurecido", você se surpreenderá com quão rápido você volta a ser adolescente assim que ouve os rapazes cantarem aquela frase, "Backstreet's Back... Alright!!!" Ou, pelo menos... é assim que funciona pra mim.

Eu me tornei uma fã de BSB em 1999, a primeira vez que eu ouvi uma das músicas deles foi em um minissistem numa festa de aniversário. Eu gostaria de poder mostrar uma foto do meu quarto naquela época, do chão ao teto minhas paredes eram cobertas com fotos dos BSB. Com o tempo, muitas fãs superaram os Backstreet Boys, eu não. Entratanto, não se assustem, minhas paredes não são mais daquele jeito.

Os Backstreet Boys são muito persistentes. Os rapazes tiveram desde internações em clínica de reabilitação, detenções por direção sob influência de alcool, cirurgias cardíacas, casamentos, filhos, falecimento de parentes, projetos solos, a saida de um dos membros da banda e até mesmo Nick Carter rompendo com Paris Hilton (sim, eu falei disso). Apesar de tudo isso, eles continuam firmes e fortes e recentemente comemoraram 17 anos de carreira.

Agora eu imagino que você esteja pensando -- os Backstreet Boys ainda existem? Sim, existem. Desde que voltaram ao mundo da música em 2005, os boys já gravaram três álbuns de estúdio e embarcaram em três bem sucedidas turnês mundiais -- uma das quais está acontecendo agora.



Semana passada, a turnê dos Backstreet Boys chamada, apropriadamente, "This is Us", fez sua parada em Washington D.C. e eu tive o prazer de conhecer Nick Carter, Brian Littrell, Howie Dorough e A.J. McLean.



A julgar pelo show praticamente lotado em Wolf Trap Filene Center, os Backstreet Boys ainda tem muitas, e as mais variadas, fãs. O público era composto de mulheres, adolescentes, garotas na casa dos 20 anos, pais e até crianças que sequer eram nascidas quando os Backstreet Boys estavam no auge da fama.

Eu já assisti alguns shows dos Backstreet Boys na minha vida, e "This is Us" é, definitivamente, a melhor turnê que eu já vi. Deixe eu dizer uma coisa, os Backstreet Boys fazem um super show e nunca desapontam! Os rapazes dançaram sem parar por aproximadamente 2 horas, apenas parando para trocar de figurino. Como eles conseguem energia para se apresentar noite após noite, eu não sei. Colocando os frente a frente com qualquer outro artista 10 anos mais jovem, sem dúvidas os BSB seriam muito superiores.

Por que? Sem qualquer dúvida: Os Backstreet Boys amam o que fazem.

Em uma entrevista recente para a Sound Spike, Nick disse:

"Nós amamos isso tanto quanto nossas fãs. É uma grande troca."

Essa é a vibração que sentimos nos shows. Cantando junto durante todas as músicas você percebe que os rapazes ainda amam tudo isso tanto quanto as fãs. Eles fizeram um excelente trabalho misturando músicas novas e clássicos. Vá a um show dos Backstreet e você ainda ouvirá“I Want It That Way,” “Backstreet’s Back” e “Shape of My Heart” - mas com uma batida mais moderna. Esteja preparado para ouvir um mix de "Seven Nation Army" do White Stripes no meio de "Larger Than Life."



Deixem os críticos falarem o que quiserem, mas os Backstreet Boys são atemporais. Consideram que qualquer outra "boy band" já deixou de existir, os Backstreet Boys continuam se reinventado sem perder a sua essencia. Eu tenho certeza de que, daqui 40 anos, estarei levando meus netos a um show dos Backstreet Boys.  Hey, se os Rolling Stones podem, porque os Backstreet Boys não?


Fonte: ThePopFix via HollywoodNews.com (By Kelcey Bridges)

Tradução livre: Dannynha Mansani

2 comentários:

Nati Marinho disse...

Eu vou nesse show quarta-feira! Tô MEGA empolgada! Ao contrário de vc, não consigo me lembrar a primeira vez que ouvi o grupo, mas lembro de todo o resto, tinha CD's, fitas de vídeo cassete (que nem existem mais, não tenho nem onde assistir...), pôsteres nas paredes dos quartos, pastas e mais pastas com fotos e artigos, tirando todo o tempo que gastava vendo MTV e aprendendo coreografias. Mas desde que eles sumiram, minha "paixão" parecia ter acabado, mas qdo fiquei sabendo do show aqui, na minha cidade, enlouqueci de novo! Não acredito qdo vejo o ingresso até agora, finalmente vou realizar meu sonho de adolescência, e estou me sentindo uma!

AJzetes disse...

Nati,

esse post é apenas a tradução de uma review feita por outra menina (Kelcey Bridges). Nós ainda nos lembramos de como os conhecemos e dos shows aos quais já pudemos ir.

Nos vemos quarta feira.

Beijos
Team WeLove